Notícias

4 passos para restabelecer o fluxo de caixa da sua empresa

A falta de caixa é um problema muito comum e que preocupa a grande maioria das empresas na fase atual do país, principalmente após um período de economia desaquecida. Com um simples cálculo é possível que você evite problemas de caixa, por meio da gestão da receitas e despesas. Contudo, segundo Claudio D’Avila, consultor do Sindilojas Porto Alegre, é preciso ficar atento, pois este ajuste não significa que a operação da empresa esteja tendo lucro.

Confira as dicas abaixo para manter o saldo positivo no seu fluxo de caixa e não ter falta de recursos financeiros:

Passo 1:
Comece definindo qual é a média de receitas que sua empresa tem mensalmente.

Passo 2:Separe os gastos da empresa em no mínimo dois grupos. Os variáveis (relacionados diretamente ao faturamento – exemplo: tributos, comissões, imposto e etc.), todos estes transformados em percentuais em relação ao faturamento. Manteremos fora deste cálculo, apesar de variável, o custo da mercadoria vendida. O outro grupo é dos gastos fixos que independem do faturamento (exemplo: agua, luz e etc.);

Passo 3:
Total de recebimentos definido no passo 1 é o limite que você pode ter de desembolsos mensais, por exemplo: R$ 50 mil de recebimentos. Deste total, você deve debater o percentual da soma de todos variáveis (exemplo 10%) e após abater o valor dos gastos fixos (exemplo R$ 20 mil).

Passo 4:
Vamos ao cálculo.  R$ 50 mil (recebimentos) – R$ 5 mil (10% de variáveis) – R$ 20 mil (fixos) é R$ 25 mil. Este valor é o limite da possibilidade de pagamento mensal das compras de mercadoria ou qualquer outro gasto adicional sem que exista problema de caixa. Projetando este cálculo o empresário não terá problemas. Importante que seja sempre feita uma previsão para os próximos meses.

Se você tiver interesse em saber mais sobre o assunto, Claudio D’Avila oferece consultoria gratuita aos associados do Sindilojas POA. Ligue (51) 3025.8300 e agende seu horário.