Notícias

Conexão Varejo: Felipe Hemb fala sobre os diferenciais da sua loja em entrevista exclusiva

Pensada para ser um lugar com o qual os homens se identifiquem e onde encontrem moda para todas as fases da vida, a Hemb, sob o comando do administrador Felipe Hemb, tem um foco bem claro: o consumidor. Com um mix que vai de roupas a utensílios para a casa, a Hemb tem cada decisão embasada em um conhecimento sólido de quem é o seu público, adquirido com pesquisas e mantido com um relacionamento próximo. Confira a entrevista exclusiva que o empresário concedeu à Conexão Varejo, revista do Sindilojas Porto Alegre, abaixo: 

> Qual foi sua maior motivação para criar a Hemb?

O varejo sempre me atraiu porque gosto de trabalhar e conhecer pessoas, sempre gostei de moda e tinha particular interesse por design. Além disso, comprava muito fora de Porto Alegre e via uma oportunidade de criar uma nova proposta aqui. A oportunidade veio quando a empresa da família, onde eu atuava, foi vendida. E a inspiração, de visitas a lojas em diferentes países e de conversas com pessoas do segmento. Daí surgiu o esboço de um espaço que atendesse o universo masculino, e a Hemb tomou forma.

> Como a Hemb se diferencia das demais lojas do segmento masculino?

A loja tem uma oferta muito completa e o visual merchandising expõe os produtos por marca em corners, que são espaços dedicados a uma única marca ou coleção. Isso permite que contemos histórias e criemos identidade com vários perfis de consumidor. A curadoria tem sido considerada como o ponto alto da loja pelos clientes. Acredito que esta percepção se acentua também pelo atendimento da nossa equipe, que é muito treinada para ouvir e apresentar opções que permitam fazer a melhor escolha para cada momento.

> Qual a estratégia para atrair o público masculino, geralmente menos consumista?

Oferecer um atendimento personalizado com foco em entender as características individuais do cliente, garantindo um ambiente que atenda as suas expectativas. Desta forma, começa um trabalho de fidelização que garante um consumo constante de longo prazo.

> A marca se posiciona fortemente a favor da diversidade. Qual a importância dessa postura, na sua opinião?

É uma postura de respeito aos indivíduos e aos costumes em geral. Não há espaço para julgamentos ou críticas infundadas. Quem nos visita encontra um espaço amigável. E uma forma de demonstrar o nosso posicionamento inclusivo e favorável à diversidade é pela comunicação.

> Qual o caminho para se diferenciar em um mercado tão competitivo como o varejo?

Partindo do pressuposto de que o atendimento e a entrega sejam impecáveis, a diferenciação será feita por serviços especiais ou inovadores, como na busca constante de novos produtos ou entender as transformações de acordo com as exigências do consumidor. Dessa forma, se criam situações para surpreender e superar as expectativas do cliente. É um posicionamento que exige a atenção constante de toda a equipe para captar as tendências de comportamento e de mercado.

> Para você, qual o maior desafio do varejo atualmente?

Devemos entender que a concorrência não é apenas por produto, preferência de loja ou condições de pagamento. É necessário compreender qual é a prioridade do cliente naquele momento. Trocar de carro, fazer um MBA ou viajar? Comprar um livro, uma camiseta ou ir a um show? A partir disso, chamar a atenção do consumidor para o que você tem a oferecer, com o objetivo de chegar no topo da escala de prioridades.


Gostou dessa entrevista? Clique aqui e confira outros conteúdos da revista Conexão Varejo.