Notícias

População gaúcha aponta que futuro deseja para o Rio Grande do Sul

Levantamento realizado pelo Núcleo de Pesquisa do Sindilojas Porto Alegre aponta que, segundo a população gaúcha, a falta de segurança pública (citado por 24% da amostra) é o que mais prejudica o desenvolvimento do Estado. A alta carga tributária ocupa a segunda posição (18,3%), seguida do desemprego (14,4%).

Já quando questionados sobre o que esperam para o futuro do Rio Grande do Sul, a opinião dos lojistas, categoria representada pela Entidade em Porto Alegre e Alvorada, é clara: diminuição da carga tributária (conforme 15,34% dos respondentes), investimento em segurança pública (14,7%) e, em terceiro lugar, a atração de novos investimentos para o Estado (13%).

Para o Sindilojas Porto Alegre, a manifestação da população reforça a necessidade de retomar, com urgência, o desenvolvimento do Estado. Afinal, embora a pesquisa não tenha relação com o pleito, permite identificar os principais pontos que se mostram como oportunidades para a construção de um Estado melhor, o que será obtido com uma carga tributária coerente e que se converta efetivamente em segurança, educação, saúde, transporte e logística. Ou seja, que reflita em oportunidades para nossa sociedade.