Notícias

Simplicidade e conveniência: essas e outras tendências vistas na NRF são apresentadas no Café com Lojistas

Cerca de 250 pessoas se reuniram na manhã de segunda-feira (27), durante edição especial do Café com Lojistas, para conferir as tendências do varejo mundial abordadas durante a National Retail Federetion (NRF), em Nova Iorque. Quem compartilhou as novidades em uma apresentação no Cineflix do Shopping TOTAL, com exemplos de lojas que implementam as inovações, foi a empreendedora e lojista Bruna Luz. Ela esteve em Nova Iorque a convite do Sindilojas Porto Alegre e também realizou visitas técnicas em empresas da cidade, com a missão de trazer aos empresários gaúchos as tendências que eles precisam saber para levar aos seus negócios. De acordo com Bruna, o que foi visto por lá pode ser elencado em quatro categorias: Comportamento do Consumidor, Tendências de Loja, Tendências de Tecnologia e Novas Economias. A questão da velocidade e da conveniência por meio de novas tecnologias (5G) foi bastante destacada nas palestras da NRF e também foi encontrada na prática nas lojas. “Hoje as pessoas querem as coisas simples, mas com rapidez e facilidade, e as marcas devem se atentar a isso”, ressaltou a palestrante.

Consciência coletiva

Iniciativas em defesa da diversidade e da representatividade são vistas cada vez mais no varejo. A Nike, por exemplo, trocou os manequins padrões por outros que representam diferentes corpos e etnias, e a Dove, referência nesses temas através de seu posicionamento comercial, mostra modelos com corpos reais, que causam maior identificação em suas clientes. Ambas as marcas servem como exemplo para empresas que se identific

am mas que ainda não sabem por onde começar.

Outra tendência no setor é o “calmcommerce”. Segundo Bruna, algumas lojas têm promovido ações que demonstram a intenção de acalmar e reduzir o estresse do cotidiano, como uma forma de carinho com o cliente. Incluir velas e sprays aromáticos com cheirinhos de camomila e lavanda, por exemplo, em prateleiras próximas a roupas, assim como ter um ambiente com abundância em folhagens, se incluem no calmcommerce.

O “recommerce” é mais um assunto que ganha cada vez mais força nas lojas. Diz respeito ao comércio reverso, que engloba iniciativas que promovam a reutilização, a renovação e a reciclagem de roupas e materiais. “Os consumidores de hoje querem saber de onde vem e para onde vai o que estão comprando, então algumas marcas têm mostrado todo o processo do produto, desde o desenho até a finalização para chegar na loja”, destac

ou Bruna.

Experiência é o canal

Outra tendência que já tem sido vista pelo Brasil e que as lojas estão implementando cada vez mais é a experiência. Ter um ambiente instagramável e experiencial, com fachadas bonitas, um cenário temático, um produto que interage com filtros do Instagram ou apenas uma parede diferente, pode fazer as fotos e vídeos tirados no local viajarem longe através das redes sociais. Em Nova Iorque, a marca Showfields se intitula como a campeã nesse assunto, e a Carlings, de vestuário, e a Casper, de colchões, também são destaque para quem conhece.

Tecnologia e uso de dados

O pagamento digital ainda pode parecer distante no Brasil, mas nos Estados Unidos e em muitos outros países já é uma realidade. Segundo Bruna, “ninguém mais fala em dinheiro físico e inclusive os cartões físicos estão perdendo espaço”, pois a tendência agora são as carteiras digitais, o que torna as transações muito mais seguras. Utilizar os dados a favor do negócio é outro ponto crescente no mundo todo. As informações dos clientes, se usadas com sabedoria, podem ajudar as lojas a entenderem o que o seu público quer e também a venderem mais.

Repleta de conteúdo e dicas para o varejo, Bruna finalizou sua apresentação no Café com Lojistas convidando o presidente do Sindilojas Porto Alegre, Paulo Kruse, e o vice-presidente, Arcione Piva, para um bate-papo seguido de espaço para perguntas. Eles também estiveram na NRF 2020 e compartilharam a sua percepção com os presentes.

Segundo Kruse, o varejo no Brasil precisa aprender a simplificar algumas coisas e, para outras mais complexas, entidades como o Sindilojas Porto Alegre podem auxiliar. “Se todos pensarem que é possível fazer algo diferente já é um grande passo”, disse. “Se unam a outros lojistas e procurem o Sindilojas Porto Alegre para trocar uma ideia. Assim, vocês verão que as coisas não estão tão longe de nós”, frisou.

>> Quer acessar a apresentação de Bruna Luz com fotos e links? Clique aqui e baixe o conteúdo.

  • Foto: Assessoria Fotográfica
  • Bruna Luz, empreendedora e lojista, foi a palestrante convidada do Evento / Foto: Assessoria Fotográfica
  • Bate-papo entre o presidente Paulo Kruse, o vice Arcione Piva e a palestrante Bruna Luz, encerrou o evento.